28 de mar de 2012

A epopéia de Gilgamés e o Dilúvio Bíblico!


Nos meus diversos estudos sobre a bíblia há alguns que me intrigam muito, um dos que chamam bastante a minha atenção é saber que há um relato diluviano anterior ao bíblico, mas conhecido como "a epopéia de Gilgamesh "!


Baixe o livro aqui:

A Epopéia de Gilgamesh, o famoso rei de Uruk, na Mesopotâmia, provém de uma era totalmente esquecida até o século passado, quando os arqueólogos começaram a escavar as cidades soterradas do Oriente Médio. 
A descoberta das tábuas remonta à era heróica das escavações, em meados do século XIX, quando, embora os métodos não fossem sempre tão escrupulosos nem os objetivos tão estritamente científicos
como hoje, as dificuldades e até mesmo os perigos do empreendimento eram bem maiores, e os resultados causavam um impacto capaz de alterar profundamente a perspectiva intelectual da época. 
Em 1839, um jovem inglês, Austen Henry Layard, partiu com um amigo para uma viagem por terra até o Ceilão; mas ele se deteve por algum tempo na Mesopotâmia para fazer um reconhecimento das
colinas assírias. Quando Layard começou a escavar em Nínive, esperava encontrar inscrições; mas a realidade, uma biblioteca soterrada contendo toda uma literatura perdida, superou suas maiores
expectativas.
A importância da descoberta só foi percebida vinte anos mais tarde, quando em dezembro de 1872, num encontro da recémfundada Sociedade de Arqueologia Bíblica, George Smith anunciou:

"Pouco tempo atrás, descobri entre as tábuas assírias no Museu Britânico um relato do dilúvio." Era a décima primeira tábua da recensão assíria da Epopéia de Gilgamesh.
Ao publicar o "Dilúvio" assírio, Smith afirmou tratar-se evidentemente de uma cópia de uma versão muito mais antiga feita em Uruk, a Erech da Bíblia, conhecida hoje como Warka.


Mais detalhes aqui!


Pensando nessas descobertas, e em suas implicações, resolvi fazer esta pergunta:





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostaria de sua opinião, comentários serão muito bem vindos, desde que se atenha aos posts em questão sem ataques ou qualquer tipo de ofensa, no mais sua opinião é muito bem vinda, seja ela qual for, um abraço!